Os Autores dos artigos aqui publicados estão devidamente identificados pelo editor.
19 de Julho de 2006

Aposta Portuguesa


 


Portugal manifestou-se ontem em Bruxelas contra as propostas da Comissão Europeia que fazem do arranque de vinha um dos pilares para a reforma do sector vinícola europeu.



Para combater os excedentes de produção, a comissária da Agricultura, Mariann-Fischer Boel, prevê o arranque voluntário de 400 mil hectares de vinha, em cinco anos, com um montante máximo de ajuda de 2,4 mil milhões de euros.



No Conselho da UE, o ministro da Agricultura, Jaime Silva, disse não considerar que o arranque fosse a medida emblemática desta reforma. Não podia ser. Porque o que foi emblemático, até hoje, com resultados no mercado, foi a restruturação e a reconversão para vinhos de qualidade.



O ministro comentou ainda que os prémios para o arranque tenderão a ser excessivamente elevados, podendo encorajar esta prática, mesmo de vinhas de qualidade. Portugal também recusou a proposta de importação de mostos, considerando que há excedentes na UE.

publicado por PS Seia às 19:52
Julho 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
15
16
18
22
23
24
30
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados
13 comentários
11 comentários
10 comentários
7 comentários
7 comentários
6 comentários
5 comentários
5 comentários
4 comentários
4 comentários
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
comentários recentes
Caros Amigos,Aproveito a oportunidade para desejar...
NÃO ADMIRA QUE O PSD ESTEJA NESTE ESTADO. VEJAM QU...
ESTES COMENTÁRIOS JÁ EESTÃO FORA DE MODA. O PRESI...
O PARTIDO SOCIALISTA tem todas as condições para ...
O PARTIDO SOCIALISTA tem todas as condições para ...
O PARTIDO SOCIALISTA tem todas as condições para ...
O PARTIDO SOCIALISTA tem todas as condições para ...
O PARTIDO SOCIALISTA tem todas as condições para ...
Hoje no frente a frente da SIC Notícias tive opor...
Pior era não fazermos nada! E o PS ficará sempre ...
blogs SAPO