Os Autores dos artigos aqui publicados estão devidamente identificados pelo editor.
30 de Abril de 2008

Energia PS


 


O tema do mais recente debate parlamentar com a presença do primeiro-ministro foi escolhido pelo Governo. A escolha, desta vez, recaiu sobre a energia. A energia está no centro da vida de um país e mesmo da evolução humana, independentemente do tipo de análise que se faça. Como imaginar uma sociedade moderna, em que se comunica, se transportam pessoas e bens, se preparam alimentos e se aprende, sem energia? Parece-me uma tarefa impossível, por maior que seja a criatividade.


 


Todavia, as evidentes alterações climáticas no nosso planeta demonstram-nos que a utilização das energias tradicionais, poluentes e emissoras de CO2 e de outros gases com efeito estufa, sobre as quais se desenvolveu no século XX uma sociedade globalizada, têm os dias contados, sob pena de condenarmos o planeta e a espécie humana. O tema que, na opinião de Tony Blair, é "a questão mais importante que enfrentamos enquanto comunidade global" está claramente no topo da agenda mundial.


 


Mas, se não chegassem as questões ambientais, acrescem a estas, as questões geoestratégicas que, em muito condicionam, uma política de segurança de abastecimento. As regiões do globo mais ricas em petróleo (como a Venezuela, a Rússia, o Iraque, a Arábia Saudita, a Nigéria e mais recentemente o Irão) são também as regiões com maiores problemas de instabilidade política e social. O aumento da procura de combustíveis fosseis, muito por força do emergir económico da China e da Índia, e também de alguma retoma da economia mundial, levou nos últimos anos o preço e o consumo de petróleo a valores extraordinários, batendo sucessivamente os recordes de preços absolutos.


 


Entre 2001 e 2006, o fuel subiu mais de 160%. O petróleo, que ainda em Julho de 2007 estava a 77 dólares, ronda hoje cerca de 110 dólares. É neste cenário que o PS chega ao Governo em 2005. Cerca de 85% da energia que o nosso país consome é adquirida ao estrangeiro e as energias renováveis, de que Portugal tem grande potencial para produzir - transformam-se num verdadeiro desígnio na acção do Governo PS. Já em 2007, mais de 40% da electricidade consumida em Portugal teve origem em fontes renováveis. A meta de 39% estabelecida pela União Europeia para 2010 está ultrapassada com três anos de antecedência.


 


Portugal já tinha sido, em 2006, o país da Europa que mais cresceu no aumento do potencial eólico. No aproveitamento da força dos rios, área em que Portugal tinha desinvestido nas últimas décadas, o lançamento de dez barragens, é agora uma acção decisiva para que um dos países da UE com maior potencial hídrico por explorar e simultaneamente maior dependência energética do exterior, aumente a sua capacidade de produzir energia e de simultaneamente a armazenar (a água guardada nas albufeiras é um autentico reservatório de energia).


 


Mas se a produção de energia não se fica por estas apostas - elas também existem nos biocombustiveis, na biomassa, nas ondas do mar, no solar ou na microgeração -, há a registar que ao nível da eficiência energética as apostas são igualmente ambiciosas. Todos reconheceremos que em Portugal o desperdício de energia é enorme. O Plano de Eficiência Energética, recentemente colocado em discussão pública pelo Governo do PS, assume como objectivo a redução de consumos em 10% até 2015. E este facto é tão mais importante quanto a meta europeia é de 8% e de que Portugal é um país em que, tradicionalmente, o aumento do consumo de energia tem sido superior ao do crescimento da economia, com excepção, precisamente, de 2007.


Boas notícias para a economia. Excelentes notícias para o futuro.


Jorge Seguro Sanches

publicado por PS Seia às 17:56
28 de Abril de 2008

Um 25 de Abril diferente


Para mais sete famílias do Concelho


 


Em cerimónia simples, mas carregada de grande simbolismo, a Câmara Municipal de Seia, entregou no dia 25 de Abril, as chaves de mais sete habitações recuperadas, pertencentes a famílias de baixos recursos económicos.


 


O custo da recuperação destas casas ultrapassou mais de 110 mil euros.


 


Comemorar o 25 de Abril com actos concretos que promovem a justiça social e a dignidade da pessoa humana, são decisões que se saúdam e aplaudem.


 


Parabéns à Câmara Municipal e Força para continuar o caminho.


O concelho merece.


Manuel Martins

publicado por PS Seia às 10:52
25 de Abril de 2008

Foi um 25 de Abril


Como nunca visto em Seia


P4252887.JPG


Foram as manifestações dos três Ramos das Forças Armadas Portuguesas. Foi a homenagem aos Combatentes da Guerra do Ultramar, feita pelo Município de Seia.


 


Esta cerimónia, que contou com a presença do senhor Secretário de Estado da Defesa Nacional e dos Assuntos do Mar, João Mira Gomes, contou com a participação de mais de um milhar de pessoas a assistir. Foi uma homenagem justa e sentida aos 43 Combatentes da Guerra do Ultramar, naturais do concelho de Seia e que passaram a ter um Monumento em sua homenagem.

publicado por PS Seia às 16:58
24 de Abril de 2008

O regresso dos derrotados da tanga


 


Já são conhecidos pelos portu­gueses por se tramarem e tangarem uns aos outros, dentro do PSD, e ainda por tramarem e tangarem o país e os portugueses quando passaram pela governa­ção de Portugal. Estou a falar de Manuela Ferreira Leite, Morais Sarmento, Santana Lopes, etc..


 


Em tempos, os governantes, ante­riormente mencionados, trama­ram-nos com a tanga da tanga e com o marketing e publicidade política enganosa de que os ou­tros (dr. Fernando Gomes e o en­genheiro António Guterres) fugi­ram às responsabilidades, quer fosse na cidade do Porto ou no governo da Nação. O povo português ainda não es­queceu a governação desastrosa dos dois últimos executivos do PSD/CDS-PP, aos quais os já ci­tados membros do PSD estiveram ligados e com responsabilidades políticas, que culminaram com a trama feita ao dr. António Vitorino, do PS, e no abandono do país por parte do dr. Durão Barroso, para ir chefiar a Comissão Europeia, onde o cargo tem a duração de cinco anos e é cinco vezes mais rentável, monetariamente falando, do que ser primeiro-ministro de Portugal.


 


Afinal, quem é que fugiu e abando­nou as responsabilidades assumi­das para com os portugueses e só viu os interesses pessoais? Actualmente, está bem presente na cabeça dos portugueses quais os governantes e governos de maioria absoluta do PSD/CDS-PP e do PS que foram capazes e tiveram a coragem, determinação e empenho para fazer as refor­mas sociais a favor e para o bem do povo português mais desfavo­recido.


 


Eu, pessoalmente, nunca fui com as tangas dos tangas e sempre soube distinguir e ver de que lado estava ou estavam as verdades, como também cedo soube ver quem é que efectivamente nos mergulhou num pântano de tanga e de tangas.


 


E não vai ser agora ou no ano de 2009 que eu irei querer regressar ao passado e aos derrotados que criaram o pântano de tanga, de que ainda hoje estamos a pagar a factura.


 


Mário Sousa


mario.sousa1@sapo.pt


 

publicado por PS Seia às 17:58

Sinal de Confiança


 


O regresso da EDP a Seia, novamente em grande força, através de importantes investimentos e da criação de 250 postos de trabalho, não pode deixar de ser visto como um sinal muito positivo e mais um passo em frente no caminho do desenvolvimento e da modernização do tecido económico.


 


Esta decisão da EDP vai seguramente atrair a médio prazo, novos investimentos. Porque se a maior empresa portuguesa acredita em Seia, outras, certamente, o vão fazer também.


 

publicado por PS Seia às 12:46
23 de Abril de 2008

Seia pela Positiva


Foi hoje inaugurado oficialmente o


Contact Center da EDP


foto_contact_center_EDP_1.JPG


[Mais 250 Postos de Trabalho para o nosso Concelho]


publicado por PS Seia às 17:27
21 de Abril de 2008

EDP inaugura Contact Center em Seia


 


A EDP inaugura na próxima 4ª feira, dia 23 de Abril, o Contact Center em Seia, com a presença de sua Excelência o Ministro da Economia, Manuel Pinho e do Excelentíssimo Presidente da EDP, António Mexia.


 


O Contact Center a EDP em Seia, é um investimento superior a 2 milhões de Euros, criará cerca de 200 postos de trabalho e é sem dúvida um forte impulso para a economia local.

publicado por PS Seia às 11:42
18 de Abril de 2008

Lançado o Concurso Público


da Barragem Girabolhos


 


Maior investimento feito até hoje no concelho de Seia


170 milhões (34 milhões de contos)


 


A Barragem de Girabolhos irá ter uma extensão de 21 kms e uma capacidade de 143 milhões de metros cúbicos de água.


 


A abertura de propostas será no dia de 17 de Junho, próximo.

publicado por PS Seia às 20:16
16 de Abril de 2008

PS prepara Programa Eleitoral


 


A Comissão Política do PS / Seia, vai criar um grupo de trabalho, formado por pessoas de várias actividades profissionais, com o objectivo de preparar o programa eleitoral, com que o Partido Socialista se vai apresentar às próximas eleições autárquicas.


 


Este grupo de trabalho que entrará em funcionamento no próximo mês de Maio, vai promover debates em torno dos principais problemas do Concelho. O programa eleitoral, que ficará pronto até ao final do corrente ano, será depois apresentado publicamente, numa Convenção Concelhia, a realizar no primeiro trimestre de 2009.


 

publicado por PS Seia às 17:23
15 de Abril de 2008

Combate a incêncios foi um sucesso


 


Combate aos incêndios florestais foi um sucesso em 2007 O Governo anunciou a criação de uma segunda Companhia da Força Espacial de Bombeiros heli-transportados (canarinhos), no âmbito da Protecção Civil e do combate aos incêndios florestais. Esta força actuará sobretudo nos distritos de Évora, Beja e Setúbal, juntando-se assim à primeira companhia, entretanto já em actividade, que tem vindo a intervir prioritariamente nos distritos de Castelo Branco, Guarda, Portalegre e Santarém, considerados os de risco mais elevado.


 


Em 2009, anunciou o Ministério da Administração Interna, serão criadas, na sequência do protocolo celebrado entre a Autoridade Nacional de Protecção Civil, a Associação Nacional dos Municípios Portugueses e a Liga de Bombeiros Portugueses, equipas de intervenção permanentes, integradas nos corpos de bombeiros, de modo a melhor promover um socorro rápido às populações. Esta medida, como referiu o titular da pasta da Administração Interna, Rui Pereira, conjuga o voluntariado, que "continua a ser um elemento de proximidade imprescindível", com a profissionalização de equipas especializadas.


 


De acordo com o ministro, esta iniciativa vem contribuir para ajudar a melhorar o êxito que representou o combate aos fogos florestais em 2007, onde houve uma acentuada diminuição deste flagelo, tendo-se registado cerca de 18 mil fogos florestais, menos 5,2 por cento do que no ano anterior. Em comparação com a média dos últimos 5 anos, período de 2002 a 2006, a diminuição registada é de 27,6 por cento. Quanto à área ardida em 2007, e em comparação com 2006, observou-se uma diminuição de 58,7 por cento no número de hectares ardidos, quer em povoamentos, quer em matos. Na comparação com a média dos últimos 5 anos, a diminuição de hectares ardidos apresenta manifestamente um salto qualitativo na ordem dos 85 por cento.


 


Nos últimos 6 anos, lembrou ainda Rui Pereira, 2007 foi o ano em que se registaram menos incêndios florestais por dia e menos hectares ardidos. Para que estes resultados pudessem ser alcançados, muito terá contribuído a elaboração e posterior aprovação do Plano Nacional de Defesa da Floresta Contra Incêndios (PNDFCI), instrumento que na opinião do ministro "dotou o país de uma estratégia integrada, contemplando objectivos simultaneamente concretos e ambiciosos".


 


Já foi, entretanto, aprovada a Directiva Operacional Nacional 2008, a qual constitui o documento de referência e a plataforma orientadora para a defesa da floresta nacional, instrumento que, como sublinha Rui Pereira, "permite uma resposta eficaz aos incêndios na floresta", sobretudo "pela experiência acumulada ao longo dos últimos anos", onde se tomou em consideração "todos os ensinamentos colhidos na prevenção e no combate aos incêndios".

publicado por PS Seia às 18:43
Abril 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
13
14
17
19
20
22
26
27
29
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
13 comentários
11 comentários
10 comentários
7 comentários
7 comentários
6 comentários
5 comentários
5 comentários
4 comentários
4 comentários
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
comentários recentes
Caros Amigos,Aproveito a oportunidade para desejar...
NÃO ADMIRA QUE O PSD ESTEJA NESTE ESTADO. VEJAM QU...
ESTES COMENTÁRIOS JÁ EESTÃO FORA DE MODA. O PRESI...
O PARTIDO SOCIALISTA tem todas as condições para ...
O PARTIDO SOCIALISTA tem todas as condições para ...
O PARTIDO SOCIALISTA tem todas as condições para ...
O PARTIDO SOCIALISTA tem todas as condições para ...
O PARTIDO SOCIALISTA tem todas as condições para ...
Hoje no frente a frente da SIC Notícias tive opor...
Pior era não fazermos nada! E o PS ficará sempre ...
blogs SAPO