Os Autores dos artigos aqui publicados estão devidamente identificados pelo editor.
29 de Setembro de 2009


Autarcas socialistas:


portugueses confiam na governação do PS


 


O presidente da Associação dos Autarcas Socialistas, Rui Solheiro, congratulou-se com a vitória socialista nas eleições legislativas, considerando que "este grande resultado" demonstra a "confiança dos portugueses no governação" do PS e criou uma dinâmica que pode contagiar as eleições autárquicas de 11 de Outubro.


 


Rui Solheiro sublinha que o PS estará "sólido e unido como esteve na campanha para as legislativas e vai continuar neste processo para tentar também uma vitória nas autárquicas".



Para o presidente da Associação dos Autarcas Socialistas, este "foi um grande resultado do PS num contexto de grande crise internacional com as consequências que teve para o país e da campanha negra que foi feita contra o secretário-geral do PS e primeiro-ministro durante os últimos tempos".

publicado por PS Seia às 19:50
27 de Setembro de 2009

Partido Socialista vence eleições legislativas 2009


 


José Sócrates continua à frente do Governo português. Os resultados quase finais, dão uma vitória clara ao PS nestas eleições legislativas.


 


 


PS vence em SEIA


 


O Partido Socialista Venceu as eleições legislativas em Seia, com 42,39%, ficando o PSD com apenas 30,57%.


 


Esta vitória vem confirmar que as pessoas do concelho estão satisfeitas com o trabalho realizado pelo PS: A variante de Seia, a requalificação da estrada da Seia-Torre, o Hospital de Seia, as Acessibilidade (IC 6, IC 7 e IC 37), os apoios financeiros dados às IPSS e Associações...


 


Amanhã começa um novo desafio, que nos vai conduzir a nova vitoria nas eleições autárquicas no concelho de Seia.


 


Força Partido Socialista!

publicado por PS Seia às 22:29
25 de Setembro de 2009

Popularidade de José Sócrates aumenta


 


O barómetro de popularidade da Marktest para a TSF e Diário Económico,  realizado entre 18 e 21 de Setembro, indica que José Sócrates regista o maior índice de popularidade do último ano e meio.


 


O secretário-geral socialista regista o maior grau de aprovação, em ano e meio, neste barómetro, 38,5 por cento de opiniões positivas, com um forte apoio daqueles que se assumem como eleitores socialistas.



Já Manuela Ferreira Leite preserva os valores do início do mês, 26 por cento de opiniões positivas que a mantêm no fundo da tabela da popularidade.


 


 


 


PS dispara na recta final


deixa PSD a oito pontos de distância 


 


O PS disparou na sondagem feita pela Intercampus para o PÚBLICO, a TVI e o Rádio Clube Português. Os socialistas obtêm 38 por cento das intenções de voto, entrando assim numa aproximação clara da barreira dos 40 por cento, pelo que é possível ainda a Sócrates repetir a maioria absoluta.



A subida do PS coloca-o a oito pontos percentuais do PSD que surge com 29,9 por cento. Mas enquanto o PS, na sondagem publicada no sábado dia 25, tinha um resultado bem mais baixo do que agora, ou seja 32,9 por cento, o PSD obtinha apenas menos duas décimas das intenções de voto, 29,7 por cento.



A conquista de mais 5,1 por cento das intenções de voto pelo PS nesta sondagem, cujo trabalho de campo decorreu entre 21 e 23 de Setembro e que contemplou 1006 inquiridos, através do método de sondagem da simulação do voto em urna fechada, foi principalmente conseguida à custa do BE, mas também do PCP.


 


Continue a ler em...


 


 


 


PS descola do PSD mas não chega à maioria


 


Nova descida do PSD nas intenções de voto, dois pontos percentuais em comparação com a sondagem realizada na semana passada, ajuda os socialistas a ampliar a distância a dois dias das legislativas. Segundo estas previsões, o PS fica a 16 deputados da maioria absoluta


 


A dois dias das legislativas, o PS está mais à frente nas intenções de voto, agora com oito pontos percentuais de vantagem sobre o PSD. Em relação à sondagem da Universidade Católica, publicado pelo DN há uma semana, os socialistas mantêm os 38%, contudo, o partido de Manuela Ferreira Leite desce dois pontos. O Bloco de Esquerda (11%) perde um ponto, mas está firme na terceira posição.



 


Continuar a ler em...


 

publicado por PS Seia às 14:35

Uma sociedade mais progressista com o PS


 


José Sócrates apelou, no comício em Viana do Castelo, ao "voto dos jovens" , lembrando as "políticas progressistas" que adoptou para tornar a sociedade portuguesa "mais aberta".


 


Recordando todas as ideias da campanha, o secretário-geral socialista reforçou a ideia de que, numa época de crise e "de grande exigência" só o PS pode dar ao país um governo "estável" e "experiente", dirigindo o seu discurso, em particular, aos jovens, a quem disse que as reformas feitas na última legislatura foram a pensar no seu futuro, apontando a aposta na ciência, a reforma da educação, a aposta no ensino superior e nas energias renováveis.



"Afinal, foi connosco que desenvolvemos as políticas mais progressistas para transformar o nosso pais e a nossa sociedade numa sociedade mais aberta, mais plural e mais progressista", disse, apontando entre vários exemplos ter sido o seu governo a "liderar uma batalha" por uma lei mais justa sobre a interrupção voluntária da gravidez, ao promover um referendo.



O líder socialista afirmou ainda que "o país vive momentos de grande exigência" e "precisa hoje é de responsabilidade, estabilidade e confiança" e essas são precisamente "a marca do PS", o único partido que pode formar um governo "experiente".



Já  Vieira da Silva e apelou ao "voto útil" no PS e disse que "o principal partido da direita" demonstrou na campanha eleitoral "uma liderança sem ideias e sem projectos" mas com muitas "incoerências".



"A Dra. Ferreira Leite foi ao longo desta campanha tropeçando sucessivamente", disse o dirigente socialista, apontando os "apagões do seu programa eleitoral", onde se referiu em concreto às posições da líder do PSD sobre o Serviço Nacional de Saúde, o salário mínimo nacional, a concertação social e a educação.



A finalizar, defendeu que "só o voto no PS afasta todas as possibilidades de Ferreira Leite se sentar no lugar de primeiro-ministro" e apelou mesmo ao "voto útil", deixando também críticas ao Bloco de Esquerda, ao afirmar que a campanha mostrou "finalmente o que se esconde na palavra fácil do líder", Francisco Louçã, referindo o caso dos planos poupança reforma.


 


 

publicado por PS Seia às 12:13
22 de Setembro de 2009

Politica pela Positiva


 


Novos Direitos Sociais


 


_ Complemento Solidário: mais de 200 mil idosos saíram da pobreza.


 


_ Aumento do salário mínimo: 365 euros em 2004, 450 euros em 2009.


 


_ Apoios à natalidade: reforço do abono de família, abono pré-natal, licença parental. 


 


_ Mais abono de família para quem mais precisa: aumentou 25%, para benefício de um milhão de crianças e adolescentes. 


 


_ Alargamento da rede de creches e lares: 100 mil novas vagas disponíveis.

publicado por PS Seia às 18:58
18 de Setembro de 2009

Banco de Portugal confirma sinais de retoma económica


 


De acordo com os Indicadores de Conjuntura, divulgados hoje pelo banco central português, o indicador coincidente mensal para a evolução homóloga tendencial do consumo privado subiu para os 0,9 por cento, face aos 0,1 por cento registados no mês anterior, para o máximo desde Setembro de 2008.



O indicador que mede a confiança dos consumidores registou uma melhoria pelo sexto mês consecutivo, passando de -34 pontos em Julho para os -31 pontos em Agosto.



Apesar de negativo desde o terceiro trimestre de 2008, o indicador da actividade económica voltou a melhorar, pelo quarto mês consecutivo, passando de -2 por cento, em Julho, face ao período homólogo de 2008, para os -1,4 por cento em Agosto, comparado com Agosto de 2008.



O sentimento económico também voltou a melhorar, pelo quarto mês consecutivo, para os 81,3 pontos em Agosto.

publicado por PS Seia às 16:19

PS à frente nas sondagens


 


A uma semana do fim da campanha, o PS continua à frente nas intenções de voto, agora com 38%, mais seis pontos percentuais que o PSD (32%), que desce três pontos em relação à sondagem da Universidade Católica para o DN, JN, RTP e Antena 1 divulgada na sexta-feira passada. O BE consolida a terceira posição (12%): cresce um ponto, subida idêntica à do CDS-PP (7%). A CDU (7%) sofre ligeira descida. Em comparação com a última sondagem, a vantagem que o PS cria agora em relação ao PSD acaba com o "empate técnico".


 


Nesta pesquisa, realizada entre os dias 11 e 14 de Setembro, foram obtidos 1 305 inquéritos válidos, sendo a margem de erro máximo de 2,7%, com um nível de confiança de 95%. O número de indecisos desceu para os 24%. O debate televisivo, entre José Sócrates e Manuela Ferreira Leite, na noite de 12 de Setembro, e o início da campanha terão contribuído para a ligeira subida das intenções de voto nos socialistas - um ponto percentual - , enquanto o PSD perde três pontos. Refira-se que 60% dos inquiridos dizem ter seguido a companha, até ao momento, com "muito" ou "algum interesse".


 


E, tal como há uma semana, 30% afirmam que, até ao dia 27, podem mudar ainda sobre o que farão nestas eleições. Os que têm intenção de votar CDU são os que menos admitem essa possibilidade, já os do BE aparecem como os mais "indecisos". "Tendo em conta o que viu nos últimos dias", mais do que um em cada três eleitores referem ter mudado de opinião (para melhor ou para pior) sobre José Sócrates e Manuela Ferreira Leite. Os dois dados conjugados mostram que uma parte significativa do eleitorado não cristalizou ainda a sua posição.


 


Uma maioria clara, no entanto, acha que será José Sócrates o vencedor das próximas legislativas. E uma maioria ainda mais significativa não acredita que o partido vencedor, seja ele qual for, obtenha a maioria absoluta. Por outro lado, mais do que um cada cinco inquiridos admitem que o resultado das legislativa terá influência nas autárquicas de Outubro. Entre a generalidade dos eleitores que respondeu nesta sondagem, quando questionados sobre o que seria melhor, em diferentes domínios de governação, um executivo de José Sócrates ou de Manuela Ferreira Leite, a percentagem dos que preferem os socialistas é significativamente maior dos que tendem para o PSD.


 


Continuar a ler...

publicado por PS Seia às 10:13
14 de Setembro de 2009

Em nome de um projecto de modernização


 


No frente-a-frente entre José Sócrates e Manuela Ferreira Leite, transmitido hoje pela SIC, o secretário-geral socialista afirmou candidatar-se "para resolver os problemas do país, em nome de um projecto de modernização", e lamentou que a presidente social-democrata "goste sempre de se definir como a antítese" de si e do PS.


 


"Acho que a Drª Manuela Ferreira Leite passa a vida a explicar aos portugueses o que não se pode fazer. Mas já vem sendo altura de dizer ao país o que os portugueses podem e devem fazer. Não se limite a atacar-me, à maledicência", convidou José Sócrates, que concluiu que entre si e Manuela Ferreira Leite, além de diferenças de agendas económicas, há também diferenças de atitude, acusando a candidata do PSD de ser "negativista" e "pessimista", lembrando nunca ter visto "um pessimista criar postos de trabalho".



O líder socialista sustentou que, durante a sua governação, colocou em dia as contas públicas e que, em 2007, a economia cresceu mais do que nos três anos de Governo social-democrata, estando Portugal "a criar empregos": "o que fizemos foi agir. Podemos ter cometidos erros, mas agimos", sublinhou o líder do PS, adiantando que o seu Governo, até Agosto, ajudou 37 mil empresas, enquanto, em 2003, ano marcado por uma recessão e pela liderança do PSD, foram ajudadas 1.503 empresas.



No tema da educação, José Sócrates afirmou que tudo o que fez foi "para servir o País", recordando a introdução do inglês a extensão de horários nas escolas, o estudo acompanhado e a música.



Recorrendo  ao programa de governo do PSD, o secretário-geral socialista acusou Manuela Ferreira Leite de esconder dos portugueses o futuro da Segurança Social, alegando que, de forma não assumida, os sociais-democratas aludem à possibilidade de "passar para o privado" uma parte das contribuições dos portugueses: "tem medo dessa proposta e então não a escreve. Não é assumida porque estamos em tempo de eleições", José Sócrates, depois de lembrar que o PSD apresentou durante a liderança de Marques Mendes um projecto de lei nesse sentido.



José Sócrates acusou ainda Manuela Ferreira Leite de "oportunismo político", por ter deixado de fora medidas defendidas ao longo dos últimos quatro anos pelo PSD, como a introdução de portagens nas Scut, insistindo que a presidente do PDS muda as suas convicções, por ter assumido o compromisso de fazer quatro linhas de comboio de alta velocidade quando era ministra das Finanças. O líder socialista recordou ainda que o IMI e o PEC, impostos que o PSD quer extinguir, foram criados pela própria Manuela Ferreira Leite.


 

publicado por PS Seia às 17:11
11 de Setembro de 2009

Convite


cartazes_2_FilipeCamelo_b.bmp



Tenho a honra de convidar V.Exa. para a abertura da minha sede de candidatura, que ocorrerá no dia 11 de Setembro (sexta-feira), pelas 21:00 horas, na Avenida 1º de Maio, lote 7, 1º Andar, em Seia.


 


Este acto simboliza a postura que o PS de Seia tem mantido permanentemente, ou seja, estar sempre na linha da frente na defesa intransigente dos interesses do Concelho, com muito trabalho, empenho e determinação, perto das pessoas e dos problemas.


 



O Candidato do Partido Socialista à Câmara Municipal



Filipe Camelo


 

publicado por PS Seia às 08:22
01 de Setembro de 2009

O sonha começa a tornar-se realidade


 


Decisão histórica e importante para o desenvolvimento do concelho de Seia e toda a região da Serra da Estrela.


 


Foi com júbilo, mas sem surpresas que Concelhia do Partido Socialista de Seia, tomou conhecimento da decisão do Governo por Despacho datado de 28 de Agosto, do lançamento de novos empreendimentos rodoviários prioritários, entre os quais a - Concessão Serra da Estrela, onde estão incluídos os IC6,IC7 e IC37.


 


Esse despacho mandata a Estradas de Portugal, que até ao final do primeiro semestre de 2010, em regime de parceria público-privada, abra o concurso público internacional  para a sua construção.


 


O partido Socialista em Seia, vê assim concretizado mais um objectivo definido como fundamental para o futuro do Concelho de Seia.


 


Esta vitória, não é uma vitória exclusiva do Partido Socialista de Seia, mas de todo o Concelho de Seia, que durante quase 30 anos reivindicaram melhores acessos à nossa Região, lutando sem tréguas contra as vozes derrotistas e aquelas que queriam empatar a decisão, ao escolherem túneis inexequíveis.


 


Tal como no caso do Hospital recentemente inaugurado, do Centro Escolar já terminado, o Governo mais uma vez cumpriu com o Concelho de Seia, incentivando-nos a continuar a Avançar com confiança.


 


http://www.moptc.pt/tempfiles/20090901122840moptc.pdf


 

publicado por PS Seia às 19:25
Setembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
15
16
17
19
20
21
23
24
26
28
30
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
13 comentários
11 comentários
10 comentários
7 comentários
7 comentários
6 comentários
5 comentários
5 comentários
4 comentários
4 comentários
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
comentários recentes
Caros Amigos,Aproveito a oportunidade para desejar...
NÃO ADMIRA QUE O PSD ESTEJA NESTE ESTADO. VEJAM QU...
ESTES COMENTÁRIOS JÁ EESTÃO FORA DE MODA. O PRESI...
O PARTIDO SOCIALISTA tem todas as condições para ...
O PARTIDO SOCIALISTA tem todas as condições para ...
O PARTIDO SOCIALISTA tem todas as condições para ...
O PARTIDO SOCIALISTA tem todas as condições para ...
O PARTIDO SOCIALISTA tem todas as condições para ...
Hoje no frente a frente da SIC Notícias tive opor...
Pior era não fazermos nada! E o PS ficará sempre ...
blogs SAPO