Os Autores dos artigos aqui publicados estão devidamente identificados pelo editor.
14 de Setembro de 2005


SEIA - Marco de Desenvolvimento Comunitário



 


Seia é hoje, indiscutivelmente um concelho pioneiro em matéria de desenvolvimento comunitário, graças ao dinamismo empreendido pela Câmara Municipal. Ao longo destes últimos anos, o executivo socialista liderado por Eduardo Brito tem sabido interpretar os estrangulamentos que afectam o desenvolvimento concelhio, desencadeando mecanismos suficientemente integrados para o combate às assimetrias sociais, culturais e económicas.


 


Por outro lado, tem procurado criar cada vez mais condições sociais para o exercício dos direitos dos munícipes, quer no plano político, através da descentralização da actividade autárquica, quer nos planos cultural, social e económico, com o incremento de medidas participativas e com a criação de infra-estruturas conducentes ao progresso e bem estar das populações.


 


Num mundo moderno, a cultura do lazer faz renascer novos interesses, daí a emergência de Novos Desafios neste domínio, na sequência do muito que já tem sido feito, de modo a aproveitar-se novas oportunidades de negócios e a consolidar-se um novo segmento de mercado. Para o futuro, a aposta é a do reforço destas práticas, além de se procurar introduzir uma cultura de inovação no quadro de desenvolvimento concelhio nas diversas áreas de actuação.


 


Neste sentido, procuraremos afirmar cada vez mais o concelho de Seia como marca de referência de gestão autárquica, contrariando aqueles (poucos) que num passado recente procuraram malevolamente enaltecer outros concelhos vizinhos, na comparação com Seia, prestando um mau serviço à causa concelhia.


 


Assim, o nosso propósito é ‘Fazer pela Positiva' e de forma integrada, sem divisionismos ou comparações despropositadas.

publicado por PS Seia às 20:05

Programação Cultural no Concelho de Seia


cultura_3.jpg


Nos dias que correm, num mundo em constante mutação, onde a cultura assume particular relevância nos processos de desenvolvimento comunitário, a animação cultural inscreve um grande destaque no quadro da melhoria da qualidade de vida das populações. Nesse contexto, a programação cultural de iniciativa municipal reveste-se de significativa importância, na medida em que constitui um imperativo de interesse público, possibilitando o acesso a bens culturais por parte dos munícipes, além da natural afirmação dos concelhos num contexto de desenvolvimento saudável e moderno.


 


Em Seia, nos últimos tempos, tem-se acentuado o dinamismo cultural, mercê de uma aposta diversificada por parte da Câmara Municipal e que é dirigida aos vários públicos do concelho e da região. Nesse sentido, a Casa Municipal da Cultura tem sido um dos principais pólos dinamizadores de actividades, decorrentes do empenhamento de uma equipa que integra a Divisão de Cultura, Educação e Desporto do município.


 


Considera-se ser oferta de qualidade na programação camarária um conjunto de bens culturais que proporcionem um enriquecimento pessoal do espectador, tendo em conta diversos valores. Desses valores, destacam-se a Conservação, dada a importância da preservação dos objectos artísticos do passado; o Acesso, uma vez que todos os objectos artísticos devem ser acessíveis a todos os indivíduos; a Participação, na medida em que todos os indivíduos devem usufruir do máximo de objectos artísticos; a Diversidade - uma vez que se deve assegurar a existência do máximo de objectos artísticos diferentes e por último, a Inovação, dado que se deve facilitar a afirmação dos objectos artísticos que inovam.


E o que dá sentido à programação será o desejo do programador em partilhar com outras pessoas, (que é o público), o contacto com produtos culturais que se considera serem de qualidade. À partida, ficarão excluídas da programação iniciativas que não indiciem níveis mínimos de qualidade.


 


Em termos de gostos e de públicos, há lugar à inovação, quer do ponto de vista dos eventos organizados, procurando-se melhorar de ano para ano, quer na perspectiva criativa do produto apresentado como bem cultural. O desafio tem sido o de, tornar diversos eventos, que se realizam anualmente, inovadores e arejados, sem se deixar cair na rotina ou no marasmo enfadonho. A preocupação tem sido abranger diversos públicos, quer na perspectiva das grandes afluências, quer para públicos mais reduzidos, atravessando várias áreas.


 


Para além das iniciativas de encomenda, tipo "chave na mão", a Câmara Municipal tem procurado fomentar parcerias locais no sentido do desenvolvimento de actividades com protagonistas locais, ao nível da organização e também da participação artística. Digamos que tem procurado equilibrar o número de produções originárias no concelho com outras de origem exterior. A regularidade na organização de actividades tem sido uma constante, redondado na elaboração de uma agenda bimestral, o que por um lado ajuda na criação de hábitos culturais e por outro operacionaliza uma permanente disciplina na organização e calendarização cultural. Nesse sentido, a Câmara Municipal programa de dois em dois meses diversas iniciativas, sejam sessões normais de cinema, sejam um ou dois concertos, um espectáculo de teatro, uma ou duas conferências, duas ou três exposições, etc. Por isso, e exceptuando a periodicidade das sessões de cinema, não se verifica uma prevalência de uma qualquer área, mas sim uma diversidade significativa.


 


Relativamente a instrumentos de divulgação, das actividades culturais no concelho, para além da agenda que é editada de dois em dois meses e da informação disponibilizada no site oficial da Câmara Municipal, a aposta é feita na comunicação social local e regional, através de notas à imprensa ou conferências de imprensa, para além de um conjunto de painéis colocados em sítios estratégicos da cidade e cartazes e flyer's promocionais distribuídos. Habitualmente são endereçados convites via e-mail e via CTT às pessoas ou entidades que responderam ao preenchimento de uma ficha criada no âmbito da campanha de ‘criação de públicos'. Em suma, a Câmara Municipal tem vindo a proporcionar aos seus munícipes uma oferta cultural de qualidade, procurando em simultâneo envolver a comunidade, estabelecendo parcerias formais ou informais com escolas, autarquias, colectividades e outros organismos de modo a reforçar a dinâmica cultural do concelho e o espírito associativo que o caracteriza. 

publicado por PS Seia às 16:00
13 de Setembro de 2005

Mais uma prioridade de Eduardo Brito:


Uma política de transportes públicos



autocarro_1.jpg 



Constatada, recentemente, a necessidade de melhorar a rede de transportes públicos de passageiros, entre a cidade e todas as freguesias, Eduardo Brito, lançou um novo projecto: criar uma política de transportes públicos que se aproxime das reais necessidades dos cidadãos e dos seus problemas.


 


Este é um objectivo prioritário e desejamos faze-lo em parceria com as transportadoras. Mas não deixaremos de tomar as medidas que forem necessárias para garantir transporte público em todas as freguesias.



Para tal, estará em cima da mesa a criação de um passe social, para as pessoas de menores rendimentos. Haverá, também, descontos para os beneficiários do Cartão Municipal do Idoso e Cartão Municipal da Juventude.

publicado por PS Seia às 20:08

Vantagens da Área Empresarial


como Factor de Atractividade


 


A criação da Zona Industrial da Abrunheira na Vila Chã, ou a Área de Localização Empresarial (ALE), como se queira chamar só pode ser considerada como um passo importante no quadro de desenvolvimento do concelho de Seia. Pelo menos é consensual a sua importância nos vários quadrantes - políticos, económicos e sociais.


 


Se é certo que as sociedades desenvolvidas deixaram de ser sociedades industriais, não é menos verdade que, sendo o concelho de Seia uma região de desenvolvimento intermédio, a criação desta Área tem desde logo duas funções primordiais. Por um lado, como instrumento de ordenamento do território, permitindo arrumar um conjunto de empresas numa determinada área, com todas as condições conducentes a boas produções. Por outro, assume-se como um factor de estímulo e de iniciativa, convidando potenciais investidores a lançarem-se no mundo empresarial, além de poder acolher empresas saídas do CACE - Centro de Apoio à Criação de Empresas.


 


O argumento de que nalgumas cidades, estas zonas se transformaram em espaços degradados, de barracões abandonados, não pode servir de motivo para travar esta iniciativa, que em meu entender só peca por tardia, numa terra que teve de amortecer o impacto causado pelo encerramento de fábricas têxteis que atiraram para o desemprego milhares de trabalhadores.


 


Agora o desafio é apostar na atractividade de bons projectos, sobretudo de nível tecnológico, capazes de fixar quadros superiores do nosso concelho e assim contribuir para a revitalização do tecido económico e social local.


 


Dados estatísticos referem que só uma média de apenas 10% dos depósitos efectuados nas instituições bancárias de Seia são aplicados em investimentos, logo o desafio é procurar inverter esta situação, para que quem investe não sejam apenas aqueles que não têm dinheiro e têm de recorrer ao banco, mas quem pode e dispõe de suporte financeiro para produzir mais riqueza individual e colectiva.


 


E já nem preciso de falar em atrair investimentos dos nossos emigrantes espalhados pelo mundo!

publicado por PS Seia às 15:52
12 de Setembro de 2005

Apoio inequívoco a Eduardo Brito


 


Apresentacao_EB_1b.jpg


 


A candidatura do PS à Câmara de Seia, protagonizada por Eduardo Brito, continua a mostrar sinais de grande vitalidade. O mais recente foi dado na apresentação oficial da candidatura, que contou com a participação de mais de setecentas pessoas, e de uma pluralidade de actores sociais com presença na cena pública.


 


O Presidente da estrutura local do partido, André Figueiredo, abriu o encontro, através de uma intervenção onde fez uma retrospectiva dos últimos quatro anos, com destaque para as obras realizadas em matérias tão cruciais como as acessibilidades, o saneamento básico, o emprego e o ensino, entre outras.


 


Seguiu-se o discurso do mandatário. José Carlos Ribeiro, actual presidente da Assembleia Municipal, que começou por deixar uma palavra de agradecimento a todos aqueles que se disponibilizaram para integrar as listas do PS a todos os órgãos autárquicos (Câmara Municipal, Assembleias de Freguesia e Assembleia Municipal), explicando os propósitos que estão na base da recandidatura socialista, deixando palavras de incentivo ao combate ao pessimismo que os principais adversários políticos tentam fazer passar, ignorando o trabalho realizado.



Pouco depois, o discurso mais aguardado da tarde. Eduardo Brito começou por deixar uma palavra de agradecimento aos vereadores que agora cessam, por vontade própria, as suas funções, partilhando com eles o êxito e os sucessos alcançados nos últimos anos. Porque a politica não é um campeonato de insultos, o candidato do PS deixou aos seus adversários uma palavra de apreço e consideração, na expectativa de que ganhe o melhor, revelando que aceitará, sempre, os resultados que daí advierem.



Eduardo Brito revelou estar disponível para debater com as outras candidaturas o futuro do concelho, mas também os últimos 12 anos em que esteve à frente da governação do município, "porque não vale a pena escondermo-nos ou arranjar outras pessoas que falem por nós".

publicado por PS Seia às 17:47
10 de Setembro de 2005

Razões para termos CONFIANÇA


 


Para os que teimam em distorcer a verdade, Eduardo Brito e o PS, continuam a cumprir, com eficácia e rigor, as expectativas que foram lançadas junto dos munícipes e a concretizar os objectivos definidos.



Apesar das muitas dificuldades, nunca o nosso concelho teve tantas obras em curso ao mesmo tempo como neste momento (escolas, estradas, redes de águas e esgotos, equipamentos desportivos e de lazer, arruamentos, etc.), que ascendem a mais de 25 milhões de euros de investimento.



A este esforço que está a ser desenvolvido pela Câmara, juntamos os projectos públicos e privados que estão em curso ou para iniciar a curto e médio prazo, em áreas como a cultura, desporto, lazer e turismo, novas vias de comunicação, actividades económicas e ensino, que nos permitem ter todas as razões para encarar o futuro com confiança.



Os investimentos em curso na sede do concelho e periferia não fizeram abrandar os investimentos nas pequenas localidades ou nas restantes freguesias, onde tem vindo a ocorrer uma transformação profunda ao nível das redes de abastecimento de água, saneamento básico, arruamentos, rede viária e equipamentos desportivos, entre outros.



Em suma, e porque o Concelho somos todos nós, podemos afirmar que temos vindo a aplicar os recursos financeiros com grande rigor e sentido de equilíbrio. O exemplo mais acabado disso é a Estrada do Fontão, recentemente concluída, e onde a Câmara investiu, justamente, cerca de 350 mil euros. A aposta de investir na cidade sem penalizar as freguesias está ganha. Basta ver as obras realizadas por Eduardo Brito.

publicado por PS Seia às 16:37

Apoio a estágios de jovens


recém licenciados do concelho


mundo_trabalho_1.jpg


O candidato do PS e actual Presidente da Câmara Municipal de Seia está a preparar um pacote de medidas que visam apoiar a inserção e a adaptação à vida dos jovens recém-licenciados do concelho, através da melhoria das condições de acesso ao mercado de trabalho e da potenciação das características interpessoais e de desenvolvimento social.


 


Estas medidas foram também analisadas em reuniões tidas com todas as Associações Empresariais do Concelho (Associação Comercial e Industrial de Seia, Associação de Artesão da Serra da Estrela e NERGA), que aplaudiram as iniciativas e deram força ao Candidato do PS, para as implantar, porque o tecido empresarial precisa de propostas corajosas.



O regulamento que terá a participação das Associações Empresariais, prevê a atribuição de incentivos às empresas dos diferentes sectores da actividade económica, que optem por conceder estágios aos jovens oriundos do concelho. A iniciativa pretende capitalizar para o concelho o saber adquirido pelos seus jovens recém-licenciados, melhorando as condições de acesso ao mercado de trabalho e favorecendo a sua fixação no concelho.


 


Destinado exclusivamente a jovens e empresas do concelho de Seia, o programa é destinado a jovens com qualificação de nível superior ou intermédio, com idades entre os 16 e 30 anos, que se encontrem na situação de desempregados à procura do primeiro emprego e/ou que tenham adquirido qualificação e não tenham tido ocupação profissional nessa área num período superior a um ano.



Os Estagiários podem ser integrados por Entidades Públicas e Privadas que apresentem condições técnicas e pedagógicas para facultar, com qualidade reconhecida, estágios profissionais. O pacote de medidas poderá passar pela atribuição de bolsas de estudo, apoios à deslocação, alimentação e outros, que serão oportunamente anunciados pelo município.

publicado por PS Seia às 16:24
09 de Setembro de 2005

Apoio à Reconstrução de casas


 


Hoje falamos de urbanismo e das ideias do PS para os próximos anos.


 


Ao longo dos últimos anos, temos dado um grande impulso à renovação e reabilitação urbana da cidade e freguesias. Apesar desse trabalho não estar ainda totalmente concluído, é chegado o momento de dedicarmos atenção aos prédios urbanos (casas), que por todo o Concelho se encontram em ruínas ou muito degradadas.



Nesse sentido, as reconstruções de casas dentro das zonas históricas, vão ser isentas de taxas e licenças municipais. Trata-se de uma medida de incentivo à reconstrução, de modo a dar qualidade urbana e de vida às nossas freguesias.



A criação da Empresa Municipal de Reabilitação Urbana, será também um instrumento que a Câmara utilizará para intervir nesta área, quando os proprietários não estiverem em condições de o fazer. As casas que a Câmara, através da Empresa tiver que adquirir, depois de reconstruídas, destinam-se a famílias de menores rendimentos. Na cidade de Seia, algumas casas no Centro Histórico, destinar-se-ão a residências de estudantes.

publicado por PS Seia às 12:27
08 de Setembro de 2005

Água: Um bem inestimável


agua_3b.jpg


 


O Concelho de Seia tem enfrentado com relativa tranquilidade, a grave questão da seca que afecta já muitos concelhos do país.



Por exemplo, no nosso vizinho Concelho de Gouveia, a água para abastecimento público encontra-se racionada e as populações passam por momentos muito difíceis.



Sem deixarmos de continuar a tomar as medidas que nos livrem de situações desta natureza. A verdade é que no Concelho de Seia tudo tem decorrido dentro da normalidade.



A tranquilidade com que o Concelho de Seia está a enfrentar o problema da seca, resulta também do facto, da Câmara ter sabido investir, a tempo e horas, nas redes de água, na modernização das condutas, no aumento da capacidade dos reservatórios, etc.



Se duvidas houvesse, este é o melhor teste à qualidade da nossa politica e mostra o grande trabalho realizado na área do saneamento básico.



É nos momentos difíceis e de crise que mais se nota a qualidade do trabalho.



Podemos garantir aos munícipes que não vamos ficar por aqui. Novos projectos estão já em preparação.



A boa gestão da água, continuará a ser uma preocupação fundamental da Câmara. Está já em curso um programa de recuperação e valorização das nascentes que existem no concelho, de modo a canalizar essa água para novos reservatórios, destinada a usos preferencialmente não domésticos (limpeza, jardins, combate a incêndios, etc.)



Vai iniciar-se um programa de construção de redes de água não doméstica para os fins referidos.



Podemos garantir também que, com este trabalho e com estas medidas, vamos continuar a manter o preço da água ao domicílio dentro dos valores praticados nos últimos anos.

publicado por PS Seia às 16:18

Debate e democracia


 


O ciberespaço constitui, hoje, uma nova dimensão para o exercício da cidadania, para o debate político-partidário, e para a apresentação e discussão de ideias e projectos, assumindo-se como uma plataforma privilegiada de comunicação à distância entre aqueles que pretendem o desenvolvimento da nossa terra e que de uma forma ou de outra, assumem responsabilidades e funções de poder nas várias estruturas da organização pública, assim como aos cidadãos em geral.


 


Em face dos últimos acontecimento, é importante alcançar um vasto grupo de pessoas que utilizam a Internet como ferramenta de trabalho, mas também como meio de se informarem acerca dos assuntos que se vão discutindo no concelho, e que não sejam influenciados por aqueles que utilizam estratégias negativistas, do insulto e do bota-abaixo.


 


Consciente da importância que têm, na sociedade actual, as novas tecnologias da informação e comunicação, decidiu-se criar este blog, que pretende ser a forma mais simples de dar a oportunidade a quem de boa fé, se revê nos projectos do PS para o concelho de Seia e se revê em Eduardo Brito e na sua capacidade de liderança. Pretende-se, assim, partilhar neste Blog, as opiniões, experiências, ideias e os projectos do PS para Seia e para o nosso concelho.


 


Por isso, contamos com todos, sejam ou não do Partido Socialista. Com confiança e determinação, vamos fazendo o desenvolvimento da nossa terra.

publicado por PS Seia às 16:09
Setembro 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
17
18
21
24
25
30
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
13 comentários
11 comentários
10 comentários
7 comentários
7 comentários
6 comentários
5 comentários
5 comentários
4 comentários
4 comentários
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
comentários recentes
Caros Amigos,Aproveito a oportunidade para desejar...
NÃO ADMIRA QUE O PSD ESTEJA NESTE ESTADO. VEJAM QU...
ESTES COMENTÁRIOS JÁ EESTÃO FORA DE MODA. O PRESI...
O PARTIDO SOCIALISTA tem todas as condições para ...
O PARTIDO SOCIALISTA tem todas as condições para ...
O PARTIDO SOCIALISTA tem todas as condições para ...
O PARTIDO SOCIALISTA tem todas as condições para ...
O PARTIDO SOCIALISTA tem todas as condições para ...
Hoje no frente a frente da SIC Notícias tive opor...
Pior era não fazermos nada! E o PS ficará sempre ...
blogs SAPO