Os Autores dos artigos aqui publicados estão devidamente identificados pelo editor.
26 de Outubro de 2005


Novos desafios estão à porta


CMS_1.jpg


Passadas que estão as eleições, torna-se imperioso voltar ao trabalho, mostrando garra e determinação em aplicar inovação às mudanças que é preciso fazer no nosso concelho. Novo mandato, nova vida. Mais 4 anos de trabalho ao serviço das populações e do desenvolvimento do nosso concelho.


 


Neste sentido, informamos que, em conformidade com os resultados eleitorais, os Vereadores eleitos da Câmara Municipal, bem como os membros da Assembleia Municipal irão tomar posse na próxima sexta-feira, dia 28 de Outubro, pelas 17 horas, no Auditório da Casa Municipal da Cultura.


 


A Direcção política do PS / Seia, deseja a todos um bom trabalho, nunca esquecendo que foram eleitos para trabalhar em prol da causa pública.

publicado por PS Seia às 12:35
25 de Outubro de 2005


OE 2006: Um orçamento Credível,


de Consolidação e de Crescimento


 


Credível, porque num cenário macro realista (pressupostos de 65,6 USD para preço do petróleo e 2,4% para taxa de juro), tendo por base uma avaliação rigorosa da situação das finanças públicas, sem recorrer a receitas extraordinárias, baixando para níveis historicamente baixos as cativações a efectuar.


 


Consolidação, porque se pretende uma contenção e redução da despesa pública, estudo sobre sustentabilidade da Segurança Social, Programa Plurianual de redução da Despesa Corrente, simplificação e moralização do sistema fiscal.


 


Crescimento, porque para um emagrecimento do Estado, com redução da despesa no PIB de 49,3% em 2005 para 48,8% em 2006, promovendo condições de maior eficiência e competitividade.


 


Passemos a alguns dados do Orçamento de Estado para o ano de 2006:


 


Haverá um reforço das Funções Sociais:


mais 15% que no Orçamento inicial de 2005


mais 10% que no Orçamento de 2004 já executado


mais 3% que na execução prevista para este ano


 


Na Educação:


mais 6% que no Orçamento inicial de 2005


mais 4% que no Orçamento de 2004 já executado


mais 0,3%  o valor da execução prevista para este ano


 


Na Segurança e Acção Social:


mais 16% que no Orçamento inicial de 2005


mais 25% que no Orçamento de 2004  já executado


mais 10%  que no Orçamento  previsto para este ano


 


No Ensino Básico e Secundário


mais 24% que no Orçamento rectificativo de 2005


mais 8% que no Orçamento inicial de 2005


 


No Ensino Superior


mais 20% que no Orçamento rectificativo de 2005


mais 8% que no Orçamento inicial de 2005


 


Nos Serviços e Equipamentos Sociais


mais 13% que no Orçamento rectificativo de 2005


mais 3% que no Orçamento inicial de 2005


 


No Ministério da Educação


mais 23% que no Orçamento rectificativo de 2005


mais 6% que no Orçamento inicial de 2005


 


No Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior


mais 16% que no Orçamento rectificativo de 2005


mais 55% que no Orçamento inicial de 2005


 


No Ministério do Trabalho e da Solidariedade Social


mais 2% que no Orçamento rectificativo de 2005


mais 96% que no Orçamento inicial de 2005


 


Redução do saldo global efectivo


Forte redução do saldo global efectivo em 1.773 milhões de euros, que passa de 6,2% do PIB em 2005 para 4,8% em 2006.


Saldo global corrigido do ciclo cai 1,6 pontos percentuais do PIB, mais do que o mínimo de 1,5 p.p. recomendado pela Comissão Europeia.


 


Receitas totais aumentam 5,74%


sem aumento de impostos e com maior eficiência e equidade fiscal


Peso no PIB passa de 41,4% para 42,3%


 


Redução da despesa pela 1ª vez nos últimos anos


Peso da despesa no PIB baixa  de 49,3% em 2005 para 48,8% em 2006


 


Grande Aposta de Investimento em Investigação cientifica e Tecnológica e Inovação


mais 20% que no Orçamento rectificativo de 2005


mais 18% que no Orçamento inicial de 2005

publicado por PS Seia às 17:43
18 de Outubro de 2005

Orçamento de Estado para 2006


 


O primeiro-ministro José Sócrates classificou hoje o Orçamento de Estado para 2006 como um documento de ‘contenção, de verdade e sem truques', com definição clara de prioridades políticas. "É um orçamento de contenção, com o Estado e não com a sociedade nem com a economia".



Segundo o primeiro-ministro, as transferências do Estado para as autarquias e administração regional vão manter-se inalteradas no próximo ano, na ordem dos 2903 milhões de euros, dos quais 2.487,9 milhões de euros para as autarquias, segundo a proposta de Orçamento de Estado.



Este é um orçamento credível e sem cortes cegos que define prioridades políticas, tendo a Ciência e Tecnologia, a Educação e o combate à pobreza como as três vertentes prioritárias de actuação do Governo para 2006.


 


Assim, aqui ficam alguns pormenores do Orçamento de Estado para 2006:


 


Despesas do Estado nas Administrações Públicas crescem 3,5% em 2006


Orçamento de 2006 baseia-se no petróleo a 65,6 dólares


Governo promete "profunda reformulação" dos benefícios fiscais em 2006


Executivo reforça medidas de combate à fraude fiscal


Governo cria novo escalão de IRS para rendimentos mais altos


Aumento do IVA foi consignado inteiramente à Segurança Social


Estado reduz despesa total em quase 250 M


Governo prevê redução do défice das Administrações Públicas em 1,6%


Orçamento prevê redução do consumo público

publicado por PS Seia às 17:12
17 de Outubro de 2005

Morais Sarmento no seu melhor!


Morais_Sarmento.jpg


 


Em entrevista ao Diário Económico desta segunda-feira, Morais Sarmento afirma que Cavaco Silva é o candidato certo num momento crítico. E acrescenta que "o Presidente deve sobrepor-se à acção do Governo. E em caso de incumprimento, a dissolução deve ser a saída para a crise".


 


Tendo por base as ideias deste ex-ministro de Durão Barroso e Santana Lopes, começamos a perceber o que vai por detrás da candidatura do Prof. Cavaco Silva, ou seja, uma candidatura para fazer aquilo que não conseguiram fazer nas urnas em Fevereiro deste ano. Parece ser um candidato que ainda não se candidatou e já os seus apoiantes pedem por vingança, querendo desde logo que demita o Governo.



Todos entendemos que as funções de um Presidente da Republica não deve apenas ser decorativo. No entanto, começar por dissolver o Governo e o primeiro-ministro, mostra falta de ideias e ambição para um candidato como Cavaco Silva.

publicado por PS Seia às 19:03
14 de Outubro de 2005

Mensagem do Presidente da Câmara


 


Terminado o Acto Eleitoral e averiguada a vontade dos Munícipes, quero agradecer a todos quantos colaboraram e deram o seu melhor, ao longo de várias semanas para que os objectivos fossem alcançados. - Nunca me esquecerei desse decisivo apoio.


 


Sei, por experiência própria, que em democracia não há vitórias nem derrotas definitivas. Por isso, é sempre melhor seguirmos o nosso caminho, procurando, com determinação e confiança, concretizar as nossas ideias e projectos, com humildade e respeito pelos nossos adversários.


 


Dos resultados de domingo tiramos duas ilações: a primeira é de que houve uma vitória da confiança contra o pessimismo. Confiança que é muito importante, para conseguirmos ultrapassar as grandes dificuldades que temos pela frente. A segunda é que com este resultado eleitoral, as nossas responsabilidades, são a partir de agora muito maiores.


 


Quero finalmente garantir a todos os munícipes, uma Câmara próxima das pessoas e dos problemas, que aposta e incentiva a criatividade, que vê na crítica ou na diferença de opinião, uma mais valia e um contributo para o desenvolvimento.


 


 - Uma Câmara de todos, onde as pessoas estão sempre primeiro.

publicado por PS Seia às 19:39
13 de Outubro de 2005

Informação


 


Na sequência do acidente de viação, ocorrido ontem, onde esteve envolvida nossa camarada e amiga Maria do Carmo Borges, o Partido Socialista de Seia informa todos os seus militantes e simpatizantes, que a Senhora Governadora se encontra internada nos Hospitais da Universidade de Coimbra, tendo sido ontem sujeita, com êxito, a uma cirurgia encontrando-se o seu estado clínico estabilizado.


 


O Partido Socialista de Seia em nome de todos os militantes fez chegar hoje ao Governo Civil um telegrama desejando as melhoras da Senhora Governadora.


 


Estaremos atentos à situação clínica da Dra. Maria do Carmo Borges para que todos fiquem informados.


 


As suas melhoras é tudo o que mais desejamos.

publicado por PS Seia às 14:50



Um Concelho mais Forte e Desenvolvido


 


 


Os resultados das eleições de domingo passado reflectem um amplo e esmagador apoio às políticas do executivo socialista liderado por Eduardo Brito e um forte incentivo ao trabalho realizado por muitos dos Presidentes de Junta do Partido Socialista e independentes apoiados pelo PS.


 


A Direcção política do PS de Seia considera os resultados como um assinalável êxito da sua estratégia política, mas sublinha que o mais importante é o Concelho ter dado um notável sinal, de que pretende manter o rumo apoiando as acções e políticas de desenvolvimento implementadas ao longo dos últimos anos.


 


Gostaríamos de agradecer a todos os militantes, simpatizantes e à população em geral, a forma como colaboraram com o Partido Socialista nesta importante vitória. Agradecer ainda a todos aqueles que, de forma directa ou indirecta, participaram e dinamizaram a campanha eleitoral, pois só assim foi possível atingir este triunfo expressivo e a oportunidade de continuar, com eficácia e determinação, a lutar pelo desenvolvimento do Concelho de Seia, trabalhando arduamente para a resolução dos problemas das nossas gentes.


 


Os resultados eleitorais aumentaram a responsabilidade do Partido Socialista perante os munícipes, instituições e colectividades, mas também fortalecem a nossa vontade e determinação em colocar em prática estratégias de desenvolvimento, que engrandeçam e solidifiquem o crescimento de todo o Concelho.


 


Contem sempre connosco, estaremos sempre do vosso lado.


 


A TODOS O NOSSO MUITO OBRIGADO.

publicado por PS Seia às 11:06
12 de Outubro de 2005

Vamos ao Trabalho


 


Nas eleições do passado domingo, os munícipes do Concelho de Seia deixaram claro o que querem e o que não querem.


 


As considerações que agora se possam fazer, venham elas de onde vierem, não possam de pequenos factos sem interesse nenhum.


 


A partir de agora, inicia-se um novo ciclo da vida politica local. O PS, com a sua legitimidade politica reforçada, deve deixar de preocupar-se com os casos pitorescos do dia-a-dia e concentrar-se apenas e só, na resolução dos problemas do concelho.


 


Como ficou demonstrado nas eleições do domingo passado, as pessoas querem obras, acção, novas ideias e projectos e nada de má língua, falta de humildade ou arrogância. As eleições passaram, acima dos partidos está a nossa terra, a Câmara é de todos - Vamos ao trabalho.

publicado por PS Seia às 12:54
10 de Outubro de 2005

As explicações do Sr. Engenheiro


 


No rescaldo da humilhante derrota, o Eng.º João Tilly continua, como sempre, a manifestar o seu enorme desprezo pelo povo. Aquele povo que ele tanto queria do seu lado.


 


O Sr. Engenheiro julgava-se um criativo de primeira linha, um Guru da comunicação, mas afinal, a dureza dos resultados eleitorais, dizem que não passa de um pequeno anunciante de uma qualquer feira de Marrocos.


 


Tentar diminuir a vitória do PS, e em particular de Eduardo Brito, com explicações tontas e esfarrapadas, só é possível por parte de alguém que confunde democracia com os seus desejos pessoais e que está a passar por um momento de graves perturbações.


 


O primeiro texto que o sr. Engenheiro escreveu no seu blog após a derrota, era tão mau e tão ordinário, que horas depois e talvez num momento de lucidez, decidiu corrigi-lo.


 


O sr. Engenheiro Tilly, tem que convencer-se muito rapidamente, que não passa de um pequeno ditador, sem o mínimo de condições para viver em democracia.

publicado por PS Seia às 17:03


PS e Eduardo Brito de PARABÉNS!


 


O grande vencedor das eleições autárquicas 2005 em Seia, foi Eduardo Brito, que conquistou, pela quarta vez consecutiva, o mandato à frente da Câmara de Seia. Assim, o candidato do Partido Socialista conquistou 10.502 votos (62,91%), contra os 4.507 votos de Nuno Vaz, do PSD com 27,00%, e 914 votos de Humberto Melo, da CDU (5,47%). Em termos de Vereadores, o PS esteve à beira de eleger o sexto vereador, mas acabou por eleger novamente cinco vereadores e o PSD dois.



Quanto à
Assembleia Municipal, o PS obteve 9.658 votos, que representou 57,85%, o PSD 4.879 (29,22%) e a CDU 1.307 (7,83%). As posições políticas neste órgão, liderado por Pina Moura, vai ter maior predominância do Partido Socialista, ou seja, o PS sobe para 19 eleitos, o PSD desce para 9 e a CDU mantém os dois.


 


No que toca às Freguesias, o PS aumentou para 20 Freguesias: Cabeça, Carragosela, Folhadosa, Loriga, Paranhos da Beira, Pinhanços, Sabugueiro, Sameice, Santa Comba, Santa Eulália, Santa Marinha, Santiago, São Martinho, São Romão, Sazes da Beira, Seia, Travancinha, Várzea, Vide e Vila Cova. O PSD baixou para 4 Freguesias: Girabolhos, Lajes, Teixeira e Tourais. Os grupos de cidadãos independentes ganharam em cinco freguesias: Alvôco da Serra, Lapa dos Dinheiros, Sandomil, Torroselo e Valezim.

publicado por PS Seia às 11:15
Outubro 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
15
16
19
20
21
22
23
24
27
28
29
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
13 comentários
11 comentários
10 comentários
7 comentários
7 comentários
6 comentários
5 comentários
5 comentários
4 comentários
4 comentários
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
comentários recentes
Caros Amigos,Aproveito a oportunidade para desejar...
NÃO ADMIRA QUE O PSD ESTEJA NESTE ESTADO. VEJAM QU...
ESTES COMENTÁRIOS JÁ EESTÃO FORA DE MODA. O PRESI...
O PARTIDO SOCIALISTA tem todas as condições para ...
O PARTIDO SOCIALISTA tem todas as condições para ...
O PARTIDO SOCIALISTA tem todas as condições para ...
O PARTIDO SOCIALISTA tem todas as condições para ...
O PARTIDO SOCIALISTA tem todas as condições para ...
Hoje no frente a frente da SIC Notícias tive opor...
Pior era não fazermos nada! E o PS ficará sempre ...
blogs SAPO